Sete dicas sobre como comprar passagens aéreas mais baratas

- Atualizado em 21 de junho de 2015 - , , , ,

avião_02

Comprar passagens aéreas baratas é o sonho de qualquer viajante. Para isso, é necessário um pouco de dedicação no aprendizado de como comprar mais barato. A grande recompensa por investir um pouco de seu tempo nisso é liberar mais grana para outros itens importantes da viagem, como acomodação, passeios e alimentação.

Para lhe auxiliar, nós preparamos sete dicas sobre como comprar passagens aéreas mais baratas.

E você, como faz para comprar passagens aéreas mais baratas? Comente ao final desta página e ajude outros viajantes a viajarem mais!

1- Não use apenas um método de pesquisa – Use vários! Pesquise através de agências de viagens, site de compras coletivas e, principalmente, através de sites que agregam resultados de várias companhias.

2- Pesquise por sites de pesquisas de passagens, mas não compre deles – Você pode pesquisar pelo Skyscanner, Decolar, Kayak, Momondo, Viajanet, Cheap Flights e outros, mas, a sugestão é que após encontrar a melhor combinação de horários e preços, você vá ao site da companhia e faça a compra diretamente através dela. Isso porque você foge das taxas que estes sites geralmente impõem ao produto que vendem.

3- Viaje quando é mais barato Parece óbvio, mas a questão é: e quando mesmo é que é mais barato? – Segundas, Quartas e Sábados são dias comumente mais em conta para viajar. Vôos noturnos, ou pela manhã bem cedo também são, via de regra, mais baratos. Ainda podemos incluir nesta lista duas opções um pouco mais “extremas”: a noite de natal (entre o dia 24 e o dia 25 de dezembro) e a noite/madrugada entre o dia 31 de dezembro e primeiro de janeiro!

4- Antecedência e flexibilidade são tudo – Em algumas vezes, temos dias certinhos para ir e voltar, e aí, não tem jeito! Mas, se for possível ser flexível com relação aos dias de viajar, vale a pena pesquisar passagens alguns dias antes ou depois da data que temos em mente. Isso pode resultar em uma grande economia! Não deixar para última hora também possibilita obter melhores preços de compra. Para viagens internacionais, o período de três meses de antecedência na compra é o ideal.

5- Não esqueça das milhas – Quem viaja com mais frequência, não esquece delas e com frequência consegue novas viagens com elas. Se não for viajar sempre pela mesma companhia (o que ocorre com frequência), entre em novos programas de fidelidade das novas companhias com que vai viajar. Você nunca sabe quando vai usar a empresa novamente, e pode ser antes mesmo que você imagina! Além disso, algumas empresas possuem alianças com outras do mesmo ramo, beneficiando seus clientes nesse sentido.

6- Cadastre-se para ser alertado sobre promoções – Se você não se importa de receber estes e-mails, eles podem ser de grande valia. Você pode se cadastrar nos sites das companhias e de pesquisas de passagens para receber informações sobre taxas promocionais.

7- Cuidado com o barato que sai caro – Não adianta nada fazer uma compra barata e na hora H perder tempo, se estressar, ou, no final das contas, sair pagando mais caro mesmo por falta de cuidado com os detalhes. A primeira dica é com relação aos sites que agregam a pesquisa de tarifas e trechos de várias companhias. Verifique o que o site está lhe propondo. Quantas paradas você vai fazer? Quanto tempo ficará esperando por outra conexão? Você desce em um aeroporto, mas, seu próximo vôo sai de outro, que apesar de ficar na mesma cidade fica a quilômetros de distância. Qual o custo/tempo disso? Lembre-se ainda que quando viajamos por diferentes companhias, é possível que se faça o desembarque, se faça novo check-in e, finalmente, malas sejam despachadas através da próxima companhia, e você sabe como isso exige tempo! Ainda, não se esqueça de pesquisar sobre a reputação da empresa aérea com que pretende viajar, se os vôos dos horários escolhidos costumam atrasar ou serem cancelados com frequência. E, por último, leia as políticas de cancelamento de qualquer produto antes de adquiri-lo.