Receita com Flor de Zucca – introdução à culinária afetiva

- Atualizado em 21 de agosto de 2016 - , , , ,

flor-de-zuca-receita-italia

Hoje inicia no Escolho Viajar uma nova coluna. Chega aí um espaço dedicado aos prazeres da carne. Da carne, dos vegetais, dos legumes, dos temperos coloridos, das flores, dos vinhos e de tudo mais que parecer comestível.

Há tempos pensava neste espaço. Não sei bem ainda como fazer jus à ideia que me veio à mente nos últimos tempos, mas decidi começar hoje.

Cozinhar quer dizer muito sobre a vida e também como nos relacionamos às pequenas coisas dela, ao nosso corpo ou aos que nos rodeiam. Aprendi isso observando minha mãe.

Você está com fome e necessita sobreviver, correto? Então pegue a primeira coisa que ver pela frente, taque em uma panela, misture de qualquer jeito, não pense se aqueles ingredientes farão bem a você, não pense de onde vieram, sente na mesa sozinho, ou pior, coma diretamente da panela e pronto: você matará sua fome e sobreviverá.

Mas viver não é apenas sobreviver, correto?

Viver é escolher com carinho os materiais com que se prepara um prato. Viver é delicadamente juntar cores, arrumar a mesa de um jeito caprichado e que seja gostoso aos olhos. Viver é esperar pelos outros para poder ter companhia para comer. É cozinhar para os outros e querer que se sintam bem. Já cozinhar é dessas coisas do coração.

Por isso este espaço se chamará Culinária Afetiva: quebramos três ovos enquanto conversamos sobre a história de quem senta à mesa em nossa companhia hoje. Um maço de alcachofras e eu te conto uma aventura sobre onde consegui elas. Uma pitada de sal e outra mão no coração.

E para começar, que tal falarmos de flores?


Minha primeira flor de zucca na Itália


Quando decidi partir para um período sabático, ainda não tinha certeza sobre onde começar. Mas aí a Itália me chamou e eu vesti a bota desde a cabeça.

Já por essas bandas, já na primeira vez que fui ao mercado aqui me deparei na disposição dos legumes com uma flor amarela.

Mais tarde descobri que aquela era a Flor de Zucca, também conhecida como flor de abobrinha.

Naquele dia, havia recebido minha identidade de italiana. O processo de busca por minhas origens iniciado em 2004 chegava ao fim e eu  estava sendo a primeira da família a receber o reconhecimento da cidadania por direito de descendência.

Por uma dessas coincidências dessa vida, o documento de cidadã italiana chegou até mim exatamente um ano depois da morte de minha mãe, que havia iniciado o processo de reconhecimento há doze anos atrás.

Era uma data de memória, e encarei a assinatura de minha nova identidade como um pequeno reencontro com o passado e boas-vindas ao futuro.

Voltando para casa pensava nessa coincidência e me questionava se a vida ou ela estavam querendo me dizer alguma coisa.

Se ela estivesse por aqui abraçaria ela e diria: mãe, obrigada pela oportunidade deste recomeço.

Subo às escadas com o peito um pouco pesado. Marta, minha vizinha e dona do prédio me dá boa noite e me oferece alguns zucchinis frescos.

Agradeço e pergunto: são deles que vem aquelas flores que tem no mercado para vender?

Ela diz: “espere!”, e logo desce as escadas com algumas flores.

Pergunto como as devo preparar e ouço ela dizer como devo ter cuidado para fritá-las em uma espécie de milanesa.

Chego em casa mas não há farinha. Então invento minha própria receita, com o que tem na geladeira.

Sento à mesa, abro um vinho de três euros (aqui não há vinho ruim!) e como flores enquanto penso em minha nova vida. Afinal, se você é o que você come, que o futuro comece com flores de zucca, e vá além do enfeite de um jarro com água.


Ingredientes

As porções são para duas pessoas:

10 Flores de zucca

50 g de Muzzarela de búfala

2 Abobrinhas

Salsa à gosto

4 Nozes


Modo de preparo

1- Com cuidado para não estragar as flores, retire o pistilo amarelinho de seu interior e a parte verde externa. Tente manter a flor inteira, sem rasgar.

2- Cozinhe as abobrinhas. Deixe-as bem moles e faça uma espécie de pasta com sal e tempero verde.

3- Acrescente quadradinhos pequenos de queijo.

4- Pique as nozes e misture com os de mais ingredientes. Elas acrescentarão certa crocância ao que você está preparando.

5- Preencha as flores com a mistura e feche-a.

6- Em uma frigideira não aderente, acrescente um fio de azeite de oliva e doure a flor, até que ela amoleça.

7- Sirva como um lanche leve ou um aperitivo.

 

flor-de-zuca-italia-receita


Resultado

Um prato bem leve e gostoso para um dia de verão.

flor-de-zucca-italia

 


Observação

A receita tradicional de preparação da Zucca na Itália envolve a preparação de uma pasta com ovo, farinha, leite sal e pimenta do reino para revestir o exterior da planta antes de levá-la ao azeite bem quente para fritá-la.


olivetti-news