Estância Cristina: atração imperdível na Patagônia Argentina

- Atualizado em 13 de setembro de 2015 - , , , ,

patagonia-logo

Calafate é um destino Patagônico cuja mais famosa atração denomina-se Glaciar Perito Moreno. Mas, essa pequena cidade do sul da Argentina apresenta outros cenários de beleza impressionante, como o que nos deparamos conhecendo a fabulosa Estância Cristina.

Esse remoto local é uma possibilidade de contemplação a uma natureza mágica e que permeia uma vista privilegiada do glaciar Uppsala, dos picos nevados Andinos e das águas azul esverdeadas do imenso Lago Argentino.

Lá pela metade do meu roteiro pela Patagônia em 2014, acabei por passar um tempo em Calafate, onde um dos passeios que fiz por lá foi uma visita à Estância Cristina, que naquele ano completava 100 anos.

Estância Cristina é sinônimo de isolamento e imensidão. Entre deslocamento e visitação são necessárias 12 horas.

Existem três opções de programas e o início de todos eles se dá pela navegação no Lago Argentino partindo de Punta Bandera.

Existem três opções de programas e o início de todos eles se dá pela navegação no Lago Argentino partindo de Punta Bandera.

As águas que compõem esse que é o maior lago da Argentina têm aspecto leitoso devido a sedimentos dissipados pelo movimento dos glaciares.

Durante o percurso é possível visualizar grandes icebergs que ali flutuam, após terem desprendido-se dos glaciares. O percurso total leva duas horas e durante ele fomos conduzidos em um barco confortável, onde nos forneciam como cortesia medilunas e café quente.

Ao chegarmos em terra firme, fomos divididos em grupos, conforme a opção de passeio que havíamos feito na reserva. A minha escolha foi a “Discovery“.

patagonia-argentina-estancia-cristina-calafate

Esta opção inclui basicamente um passeio de carro, sem o almoço ou atividade de trekking.

O passeio – opção discovery

Primeiramente, nosso grupo se acomodou em uma das 4X4 da estância que nos conduziu rumo ao mirante onde é possível ter uma visão privilegiada da fazenda.

O trajeto entre a sede da fazenda e o mirante tem em torno de nove quilômetros e é repleto de muita beleza natural.

Após chegarmos ao alto, no Refúgio dos Gelos Continentais, descemos do carro e fizemos uma pequena caminhada.

Essas pedras com fendas lineares das fotos abaixo são visíveis no rumo ao mirante.

No passado, antes do retrocesso da geleira, as pedras acomodaram parte do gelo glacial que, devido ao peso do mesmo,  acabaram por ter suas superfícies esculpidas em um liso perfeito.

E, logo ali mais adiante nos deparamos com o verdadeiro cartão postal que a visão do mirante nos proporciona: picos montanhosos cobertos por neve e o glaciar Uppsala à direita.

Voltamos com a 4X4 para próximo à sede da estância, onde tivemos a segunda parte do passeio que foi composta pelo almoço, pela visita a um pequeno museu e pela caminhada próximo a um pequeno lago muito lindo.

Patagonia-argentina-estancia-cristina-1Com relação ao almoço, eu achei caro e optei por não incluir na reserva. Como viajava sozinha, já imaginei aquele monte de comida vindo e eu tendo que dar conta pra não desperdiçar o investimento. Então decidi levar um lanchinho, como muitos outros turistas. Todos consumiram sua “marmita” ali mesmo no restaurante, junto aos que compraram o almoço.

Como sobremesa, não recusei em “compartir” com meus novos amigos viajantes solo, como eu, uma torta deliciosa de maçã vendida pelo restaurante  (recomendo!).

A visita pelo museu é guiada e o local é um antigo galpão de tosquia. O local abriga um pouco da história da família fundadora da estância. Aliás,  é impressionante como os Masters conseguiram vencer as barreiras do isolamento e fazer a fazenda prosperar há um scéulo atrás mediante as difíceis condições climáticas da Patagônia santa crucenha.

Eu considero a Estância Cristina apaixonante e imperdível. Tanto gostei, que se hoje eu voltasse para lá passaria a noite em uma das acomodações deles (lodges) no meio do nada e sairia em um dos passeios a cavalo que a estância também oferece.

lodge-estancia-cristinaVisual externo das acomodações oferecidos pela Estância Cristina – fotos de divulgação da empresa.


Saiba mais sobre valores, modalidades de passeio oferecidas e acesso no Site oficial da Estância Cristina.


E você, já pensou de ir à Patagônia ou já teve o privilégio de fazer algum passeio por lá? Compartilhe conosco suas aventuras e experiências ao final desse post!