Conheça Civita di Bagnoregio, uma “Cidade Fantasma” na Itália

- Atualizado em 4 de julho de 2016 - , , , , , , ,

A 125 quilômetros de Roma vive Civita de Bagnoregio, ou melhor, por lá repousa a “cidade que morre”.

bagnoregio-civita-italia-cidade-alto-montanha 

“Uma cidade que despenca seus pedaços por barrancos, junto a séculos de história. Doze são os seus atuais habitantes. Os fantasmas de quem já partiu contabilizam várias gerações. Civita di Bagnoregio é uma ilha envolta por crateras lunares, moldadas a erosões e terremotos. A chamada “cidade que morre” ganhou nos últimos anos alguns suspiros a mais vida, graças a pessoas como você e eu – turistas curiosos, intrigados com a beleza pitoresca da cidade que fica no topo uma montanha de solo friável.” (Karen Regina)


Restaram apenas doze habitantes de residência fixa na pequena comuni italiana Civita di Bagnoregio, localizada a menos de duas horas da capital Roma ou da cidade de Florença. O pitoresco local é uma das cidades mais interessantes para se visitar no Lazio, mais precisamente na província de Viterbo.


Neste post você encontra: Roteiro para Bagnoregio, dicas, como ir onde comer, onde dormir, quanto custa, quanto tempo ficar


 

bagnoregio


Por que Civita di Bargnoregio é chamada de “A CIDADE QUE MORRE”?


Terremotos e erosões aceleraram a emigração de seus moradores no passado, o que rendeu à cidade o slogan de a cidade que morre.

No verão, a citadela ganha um pouco mais de movimento, pois passa a comportar em torno de 100 habitantes que trabalham envolvidos na recepção de turistas, ou que ali vivem temporariamente durante o período de férias.

A cidade, que já foi praticamente abandonada, hoje, por conta do turismo, é a “cidade que renasce”.

Sua topografia é a principal responsável pela debandada de antigos moradores. Acessível apenas por meio de uma ponte de concreto que se conecta a Bagnoregio, Civita di Bagnoregio é de fato uma ilha de pedras que permaneceu inerte ao transcurso da modernidade. Ela se situa a cerca de um quilômetro de Bagnoregio, local por onde é necessário passar primeiramente antes de chegar à Civita. A ponte que conecta Bagnoregio e Civita mede em torno de 500 metros de comprimento e existe há apenas algumas décadas.

civita-di-bagnoregio-cidade-abandonada

bagnoregio-ponte-civita-italy

Caminhar pelas ruazinhas de Civita di Bagnoregio é voltar no tempo e sentir-se personagem de um filme da Idade Média. Cada ruela traz uma surpresa.  O tom nude preponderante sobre toda a citadela harmoniza com flores de cores vivas que enfeitam portas e janelas.

bagnoregio-cidade-italiana-abandonada

 

Pequenos restaurantes oferecem comidas tradicionais italianas, regadas a vinhos e azeite de oliva provindos dos arredores. Cada mesinha posta do lado de fora é um convite para mais um deleite culinário.

No entorno da aldeia, precipícios conduzem a uma paisagem de aspecto quase lunar. Por aqui não há carros e o silêncio impera durante a maior parte do tempo.

bagnoregio-fantasma-italia

Recentes projetos de preservação buscam conter o avanço das erosões que a ameaçam de extinção. Porém, não se sabe ainda por quanto tempo Civita di Bagnoregio continuará a existir até que sucumba de vez ao avanço das consequências geológicas que vem se apresentando de modo implacável.


Bate e volta de Roma ou Florença a Bagnoregio


A importância histórica de Bagnoregio

A cidade possui mais de 2.500 anos e foi fundada pelos Etruscos. Ela também foi sede do Santo Boaventura, escritor e filósofo.


Curiosidade

A novela brasileira “Esperança” teve algumas de suas cenas gravadas nesta cidade no ano de 2002.


Como chegar

De carro

Geralmente a visita é feita como bate e volta de carro partindo de Roma ou Florença. Neste caso há dois estacionamentos em Bagnoregio, bem próximos à ponte de conexão com a Civita.

Transporte público

Existem também ônibus que ali chegam partindo de várias localidades próximas até Bagnoregio, através ao custo de € 2,00 em média por trecho. Vale dizer que estas cidades são também interessantes para visitação, caso seu tempo permita. As principais são Viterbo, Montefiascone e Orvieto.

Caso você esteja partindo de Roma, seu primeiro trajeto será de trem.

Para verificar os horários de trem, acesse o site da Trenitalia. Já para ver quais ônibus cobrem o trajeto, não deixe de acessar o site da empresa Cotral.

Achou complicado e quer simplificar? Use algum desses aplicativos que fazem buscas combinando trajetos de trem, metro, e ônibus, como o Moovit.

Ainda há a possibilidade de fazer um tour de bicicleta, partindo ou chegando até Orvieto.

Como eu estava sem carro, fiz a visita por transporte público mesmo, sem nenhum contratempo. Ao chegar em Bagnoregio, é possível pegar um pequeno ônibus que conduz até a entrada da ponte que faz a conexão até Civita. Eu dispensei esse serviço, já que o trajeto não é exatamente longo. Porém, caso você julgue necessário, aqui vai a tabela de horários deste ônibus.


onibus-bagnoregio


Quanto tempo ficar

Uma média de duas horas no mínimo é o tempo que recomendo.


 Onde comer

Saia caminhando e ache o lugarzinho mais gracioso para degustar seu prato. Os produtos são frescos e, em sua maioria, vindos dos arredores. Algumas opções de estabelecimentos são:

Bar Enoteca La Piazzetta

II Pozo dei Disederi

L´Arco del Gusto

Alma Civita

Trattoria Antico Forno

Osteria al Forno di Agnese

Hostaria la Cantina


 Onde dormir

Se a opção não é regressar à Roma ou Florença no mesmo dia,  as opções de hospedagem mais próximas se encontram em Bagnoregio (não em Civita di Bagnoregio). Caso seu passeio for combinado com outra cidade, as principais opções estarão em Viterbo, Orvieto ou Montefiascone.

 


Pesquise aqui por hospedagem para Bagnoregio. Fazendo a reserva por este link, você ajuda o blog a continuar a existir, sem pagar nenhum centavo a mais por isso.


 Quanto custa visitar Bagnoregio

É cobrado € 1,50 para obter acesso à ponte. O valor é destinado aos fundos de preservação da citadela. No dia em que fiz a visita, havia um ticket ao custo de € 6,00 que incluía algumas bruschettas e um cálice de vinho pra serem degustados lá no alto. A minha sugestão é você não comprar esse ticket e deixar para escolher algum restaurante que melhor lhe agradar já lá na Civita (são bonitinhos e bem elogiados).

As refeições nos restaurantes custam em média € 15,00 a 50,00 , dependendo do menu, do estabelecimento e das bebidas de acompanhamento.


E se eu não souber falar bem o Italiano?

Muitas pessoas por essas redondezas não falam Inglês. De qualquer forma, achei o povo bastante simpático e solícito. Com alguns gestos, algumas poucas palavras gerais do Italiano e Espanhol dá para se virar bem.


 

Bagnoregio

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar