UM DESTINO EXÓTICO E BARATO PARA SUA PRÓXIMA VIAGEM: BULGÁRIA

- Atualizado em 6 de fevereiro de 2016 - , , , ,

Igreja-Russa-São-Nicolau-Sveta-Nikolai-sofia-bulgariaEla já foi, injustamente, chamada de chata, sem graça e de “menos interessante que outros países europeus para visitar”. Mas, recentemente, a Bulgária vem sendo citada como uma opção barata de destino para turismo. Então, você se pergunta:

Quais são os atrativos da Bulgária?

O país é composto por uma mistura de búlgaros, turcos, ciganos, armênios, judeus e outras etnias. É repleto de inúmeras igrejas e monastérios, ruínas medievais, festivais, esportes de neve, montanhas, florestas, cachoeiras, praias banhadas pelo Mar Negro e algumas vinícolas.

Esses são apenas alguns atrativos que podemos encontrar neste país balcânico. Sem falar que há resquícios de numerosas batalhas sangrentas e marcas do regime comunista na sua cultura e arquitetura.

Mas, eu não sabia de nada disso quando fui parar lá. O motivo de meu interesse na Bulgária tão pouco teve a ver com o fato de a Bulgária ser o país de origem da família da atual presidente Dilma Rousseff (depois que ela assumiu o poder todo mundo ouviu falar da Bulgária!).

A história toda de ir para a Bulgária aconteceu em 2010, quando eu iria para a Europa pela primeira vez. Peguei um mapa na internet e fiquei pensando sobre qual destino exótico eu incluiria na tal viagem.

Tudo bem incluir Paris e Londres no roteiro, mas, eu queria ir a algum lugar meio estranho, que eu nem fizesse ideia do que poderia encontrar por lá. Então visualizei no mapa a Bulgária.

Pesquisei no Google, e na época não encontrei um mísero blog brasileiro sequer falando sobre como era viajar por lá. Foi aí que eu pensei: é para lá que eu quero ir. Parece uma coisa meio maluca, não é mesmo??


alfabeto-cirilico-bulgariaMas, foi exatamente assim que a Bulgária entrou no roteiro e, por sorte, o companheiro de viagem da época (que já era manjado de viagens nível hard) topou a Bulgária numa boa e assim conhecemos mais um país super interessante.

Infelizmente, eu não tenho o que falar sobre a maior parte do país, pois ainda não a conheci, mas durante os quatro dias que permanecemos na Bulgária conhecendo a capital Sofia e a cidade próxima a ela, Plovdiv (não deixe de ler clicando aqui).

O que posso dizer é que a Bulgária foi uma ótima surpresa, e pelo menos a mim, provocou muita curiosidade e mostrou ter muito mais a oferecer.


Bulgária – um país que facilita a vida do turista?

 

Sofia-alfabeto-cirilicoA Bulgária é um país que não consta no roteiro clássico pelo leste europeu. A impressão que eu tive sobre o país, no quesito turismo, foi que existe muito a ser explorado, tanto em termos históricos quando em termos de belezas naturais.

Os custos ainda são bastante favoráveis para fazer turismo por lá, mas é preciso considerar algumas dificuldades. Muitos búlgaros não falam inglês, de modo que praticar a rotina básica de qualquer turista como pedir informações, comprar um ticket de ônibus ou pegar um táxi pode ser um desafio, já que a maior parte do povo brasileiro também não arranha um “oi” em búlgaro.

Além disso, o alfabeto utilizado por lá é o cirílico e as ruas, obviamente, têm os nomes todos nesse alfabeto aí. Na época, recebemos do hostel um mapa que tinha os nomes das ruas no alfabeto latino, o que não nos servia de nada quando olhávamos as plaquinhas naquelas letras indecifráveis.

É claro que hoje a realidade é outra. Temos Tripadvisor, Google maps e dezenas de outros aplicativos de viagem que facilitam nossa vida, de modo que, isso já não deve mais ser um problema para quem vai viajar por lá.

Hoje, inclusive, existe um aplicativo através do qual você aponta a câmera do smartphone para o texto em questão e consegue obter uma tradução instantânea sem necessidade de internet (World Lens).



De qualquer forma, fomos muito bem tratados na Bulgária e as pessoas se esforçavam para nos dar informações.  Dito isso, a próxima pergunta é a seguinte:

 

É seguro viajar pela Bulgária?

 

Olha, nós nos sentimos seguros em Sofia e Plovdiv e, mesmo com toda a dificuldade que citei, exploramos os principais monumentos da cidade a pé mesmo, já que a cidade é em sua maior parte plana, prática e de fácil entendimento de sua geografia. Andamos várias vezes à noite e percorremos vários bairros fora do centro também sem nenhum problema.

Pegamos táxi umas duas vezes, e até hoje não sei se nos passaram a perna ou não, já que os dois taxistas não falavam inglês e nos foi cobrado um valor diferente do que aparecia no taxímetro, aparentemente justificado por alguma taxa de malas e bandeira do horário. Vai saber!

 

Dando um rolê pela capital da Bulgária: um roteiro por Sofia

 

1- Templos religiosos

Caminhando pela capital do país, Sofia, você vai se deparar com muitas igrejas. A maior parte da população do país, e as igrejas que você encontra por lá, são pertencentes à religião cristã ortodoxa. Exemplo disso é a igreja mais conhecida da cidade, a Igreja Alexandre Nevsky.

sofia-igreja-alexandre-nevskyLocalizada no centro da cidade, é possível visitar seu interior sem custo de entrada (exceto se desejar visitar o museu da igreja). Na parte interna da igreja, existem muitas imagens, pinturas e detalhes para se observar, mas não é permitido tirar fotos.

Existem ainda belíssimas sinagogas e mesquitas, além de outras inúmeras igrejas ortodoxas, de arquitetura bastante interessante, espalhadas pela cidade, como a pequenina Igreja Russa de São Nicolau (Sveti Nikolay) construída em 1914, ou a Igreja de Santa Nedelya (Sveta Nedelya ).

A igreja russa é também chamada por alguns de “a igreja mais bonita da cidade” (foto que ilustra este post), e foi arquitetada e construída por trabalhadores russos. Ela permanece aberta das 07:30 às 18:00.

Já a Igreja de Santa Nadelya, carrega uma história curiosa e sangrenta. A gente pensa que as igrejas são imunes a situações de violência, mas essa igreja possui em sua história as marcas de um ataque por comunistas que tentaram assassinar o Rei Boris III, evento do qual ele sobreviveu, porém outras 150 pessoas perderam suas vidas.

Outra igreja importante do ponto de visa histórico é a Igreja de São Jorge (Sveti Georgi), construída pelos romanos.

igreja-sao-jorge-rotunda-sofia-bulgaria Trata-se da igreja ortodoxa mais antiga do leste europeu e a segunda construção mais antiga de Sofia, datada do século 4. Assim como ocorre com outras edificações de Sofia, as disputas ocorridas na região resultaram em danos, reconstruções e modificação no propósito ou estilo do local.

Podemos notar isso, por exemplo, pelo fato dessa igreja ortodoxa já ter sido no passado uma mesquita durante certo período. A Igreja de São Jorge está localizada junto ao Palácio Presidencial, nos fundos de um hotel da rede Sheraton.


2- Monumentos históricos e outras construções importantes

Além dos templos religiosos de Sofia, monumentos e edificações históricas permeiam todos os cantos da cidade. Apenas para citar alguns exemplos, caminhando pelo centro encontramos na rua Vasil Levski, o mausoléu e memorial a Alexander I de Battenbergem homenagem ao primeiro príncipe regente da Bulgária moderna.

Também no centro da cidade, encontra-se a estátua de Santa Sofia que hoje ocupa o lugar que já foi de uma estátua de Lênin no passado. Na Universidade de Sofia, monumentos de seu fundador, um empreendedor da época, também compõem sua construção.


Ainda no centro da cidade é possível ver o Teatro Nacional Ivan Vazov. Localizado na rua St. Levski encontra-se rodeado por uma bela praça. Finalizado em 1906, o edifício passou por dois grandes eventos. Primeiro, foi danificado por um incêndio em 1923 e depois por um bombardeio a Sofia durante a Segunda Guerra Mundial, passando por reconstruções nas duas ocasiões.

Teatro-Nacional-Ivan-Vazov

Outro prédio que chama a atenção é o prédio de banhos público central – The Central Bath (Tsentralna Banya). De 1911 a 1986, o prédio apresentava a função de ofertar banhos com águas minerais à população de Sofia. Atualmente, algumas pessoas ainda comparecem às redondezas para coletar água mineral.

banho-central-sofia-bulgaria

Em frente a essa construção existem ainda algumas árvores e bancos que compõem um bom cenário para se descansar das pernadas pela cidade.

banhos-sofia-bulgaria

Nas proximidades da Universidade de Sofia, na rua Tsar Osvoboditel, em meio a extensa área de um parque da cidade, vemos o Monumento em Homenagem ao Exército Soviético, construído em 1954.

Além do monumento principal, em torno deste existem outros igualmente interessantes, conforme é possível ver nas fotos abaixo.



3- O Museu Nacional de História Militar de Sofia

Já comentei que a Bulgária, desde as suas origens, tem sua história marcada por uma série de combates. O exército do país teve participação em inúmeras guerras, como a Guerra Russo-Turca, a Guerra dos Balcãs e a participação na Primeira e Segunda Guerra Mundial.

Por isso, o Museu Nacional de História Militar merece um encaixe no seu roteiro por Sofia. Ele se encontra um pouco afastado do centro, próximo ao estádio Vasil Levski National, mas vale o deslocamento.

O museu apresenta algumas galerias internas e também um pátio com alguns exemplares de sua coleção. Ele reúne peças de artilharia, aviação e marinha. É possível encontrar armas brancas, armas de fogo, uniformes, medalhas, cenários fictícios, bandeiras, misseis e aviões. É solicitado que no interior do museu não sejam tiradas fotografias.

Você pode ir a pé até o museu, assim como nós fizemos, o que vai te custar uns 3 quilômetros e meio de caminhada . É possível ainda chegar ao museu através de ônibus (9,72,120,313) ou trens (20,21). Quarta a Domingo das 10 às 18 horas.

Nós escrevemos um post só para falar do Museu de História Militar de Sofia. Confere lá!


4- Outras atrações de Sofia

Existem ainda diversas atrações a serem visitadas, como a Montanha Vitosha, a Boyana Village, Monastério de Dragalevtsi, alguns parques, o jardim botânico da Universidade de Sofia, entre outras. Infelizmente, essas não tivemos tempo de conhecer. Então, quando você estiver por lá, conte para nós sobre sua experiência!

 


Curta o Escolho Viajar no Facebook|Twitter| Instagram|Pinterest|Google+!

Salvar

Salvar

Salvar